Os Objetivos

Complementar a função fundamental da Educação, levando os alunos a melhorarem e a potenciarem o seu conhecimento, as suas capacidades e as suas competências, seja na vertente cognitiva (sobretudo na modalidade Explicação), seja nas vertentes pessoal – afetiva, criativa, moral – e social – relacional, ética, humanista (sobretudo na modalidade Apoio Pedagógico Acrescido – Ensino Básico).

A Escola possui um papel determinante no desenvolvimento das crianças e dos jovens, pois será o único lugar onde acedem a um discurso e a um diálogo diferente e enriquecedor;

A Escola é o único lugar onde se poderia adquirir a aprendizagem no sentido do desenvolvimento integral e cultural do ser humano e não apenas no da vertente cognitiva do conhecimento,

Por isso, apresentamo-nos como complemento à escola oficial.

Com efeito, é inerente ao ser humano a curiosidade, a ambição, o sonho…

O desejo de aprender “habita”, por natureza, todas as crianças. A sua omissão, se existe, significa que este terá sido inibido em momentos do seu percurso de vida.

E isso por razões infindas…

Razões naturalmente exógenas à instituição escolar, mas muitas razões também endógenas à própria escola e às suas condições e limitações concretas.

Destas razões decorrem o desinteresse, a desmotivação e, por consequência, o insucesso escolar de muitas crianças e jovens.

Na realidade, se muitas crianças e jovens apresentam hoje elevados graus de ansiedade e stress, outras, por outro lado, manifestam inquietantes níveis de desinteresse e apatia, que preocupam pais e professores, ambos enquanto educadores com consciência de futuro.

Por isso, O Estudante assume como seu objetivo contribuir para complementar a função fundamental da Educação e da aprendizagem na persecução do desenvolvimento do aluno como ser total em crescimento nas suas diferentes vertentes

                Pessoal – cognitiva, emocional, criativa, artística, cultural – e social – relacional, ética, humanista

constituindo-se como agente motivador e operador de mudança de rotinas de passividade ou de tensões e stress.

Estamos também especialmente vocacionados e habilitados, pelas técnicas psicossociais e psicopedagógicas que utilizamos, a desenvolver o percurso pessoal e académico de

Crianças e jovens que manifestam desinteresse, desmotivação e apatia

Crianças e jovens com dificuldades de aprendizagem ou de integração, tímidas e reservadas

Crianças e jovens com elevada ambição escolar e académica.

Muitas são as causas que conduzem diferentes crianças e jovens a esta atitude.

O número reduzido de alunos por sala, no nosso Centro, a realidade de uma pedagogia centralizada na criança ou no jovem, favorecem uma abordagem didático-pedagógica pessoal, direcionada para os reais problemas que cada criança, adolescente ou jovem apresenta.

 Não é com mais horas de aulas que estes alunos aprendem, é com outro tipo de técnicas de ensino e de aprendizagem.

A aprendizagem tem de ser significativa e relevante, conduzida com afeto e inteligência pedagógica.

Com estes alunos, O Estudante desenvolve atividades didáticas estimulantes, participativas e criativas que incentivam o pensamento, a reflexão, o interesse, a curiosidade e a aprendizagem.

Os alunos descobrem a sua própria personalidade, as suas próprias emoções.

Descobrem estímulos, experiências e metas.

Descobrem-se líderes de si mesmos, contra a alienação

Crianças e jovens com dificuldades de aprendizagem ou de integração, tímidas e reservadas

Há crianças, adolescentes ou jovens que, apesar da sua vontade intrínseca e do seu empenho, o seu aproveitamento fica sempre aquém do esforço que realizam.

Crianças e adolescentes cuja autoestima não lhes consente uma iniciativa, uma energia, um passo mais largo.

Autoexclusão e retração são a sua realidade, pois os problemas adquirem, na sua solidão, dimensões de montes. O isolamento, o silêncio, a tristeza, a entrega indefesa a mundos virtuais, impõem-se, eventualmente…

Por isso, O Estudante, com eles, constrói pontes e lhes garante seguras travessias para um outro lado da vida;

Com eles, fá-los abrir horizontes de realizações e confianças mútuas.

Em ambiente mais reservado, ao seu lado, somos um ombro amigo, uma espécie de família, uma espécie de casa.

Lugar onde descobrem a emoção da descoberta de si próprios e de conseguir estudar e conseguir aprender, afinal sem receios e sem entraves.

Porque a aprendizagem e o saber têm sobretudo a ver com a emoção e o sentimento.

Alunos com elevada ambição escolar e académica

Estes alunos, seguros de si, sabem que percorrem um caminho que só eles o fazem. Sempre seres em trânsito, mas decididos.

Sobem com ansiedade os diferentes degraus de uma escada a cujo topo, por sua iniciativa, cresce sempre mais um lanço, possuem o sonho de ir sempre mais longe.

Porque assim também são muitos alunos,

O Estudante, com eles, delineia perfis de excelência

Com eles, lança desafios estimulantes

Leva-os a contornar os obstáculos mais difíceis e complexos

Leva-os, voando nas asas dos seus próprios sonhos, confiantes e alegres, a alcançar as metas mais gratificantes.

%d bloggers like this:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close